Indomit Costa da Esmeralda Ultra Trail – 17/05/2014

Sábado 17/05/2014… Este vai ser um dia que não vai sair tão cedo da memória…
Foi neste dia que aconteceu a 1a Edição do Indomit Costa da Esmeralda Ultra Trail.
Rolaram as distâncias de 100K, 84K, 65K, 50K, 21K e 12K.
20140520-010953-4193968.jpg
Nossa equpi FC Trail foi muito bem representada nas distâncias:
100K: Thiago, Leonardo e Bruno
84K: Cesar, André e Luiz
50K: Fabiojapa, Adilson, Helen e Priscila
Foram alguns dias de muita ansiedade, com dificuldade para pegar no sono, e acordando antes do despertador rsrs
Chegamos em Porto Belo na noite anterior(16/05/2014) por volta das 21hs, em tempo de jantar com a galera. Destaque para o Cesar, que não estava muito bem, então comeu 3 pratos de macarrão hahahahahah
Tentei dormir as 23hs, mas a ansiedade pegou, e da pousada eu escutava o agito da largada do pessoal dos 100K. Então escutei a largada deles “5, 4, 3, 2, 1…aeeeeee”, e só depois disso consegui dormir.
Impressionante, deixei o despertador para acordar as 4:30, mas as 4:00 eu acordei com um sonho inesperado e não consegui dormir mais…rsrs
Café da manhã com a Helen e a Priscila, conhecemos o Gustavo de Porto Alegre e partimos caminhando até o ponto de saída do transporte… E o Gustavo estranhou que as meninas andavam muito rápido… ele não viu elas andando rápido no treino né…hahahahahah
Por lá encontramos o Adilson, e na entrada do ônibus encontramos mais amigos de Curitiba: Viviane, Marcos Paulo, Luiz Kaoru e embarcamos. No trajeto para a largada, vimos nosso amigo Geison Inacio correndo pela passarela sobre a BR, e descobrimos que ele liderava a prova dos 84K.
10292527_841557319204886_217228633734194400_n
Ali pela largada, conhecemos o Giliard, ele deu umas dicas sobre o percurso, e rolou uma emoção no Adilson rsrs
Chegou a hora… 5, 4, 3, 2, 1…vai!!!
No inicio, tentamos acompanhar o ritmo do Adilson, mas ele tinha tomado a poção do Asterix, e saiu correndo que nem um doidão. Então eu e a Helen seguimos no nosso ritmo confortável, até que começaram as subidas, e seguimos a estratégia de não forçar, e caminhar nas subidas. Seguimos nesse ritmo curtindo o visual, passando por praia, morro e mato… Mas acho que ali pelo km 13, nos separamos e cada um seguiu no seu ritmo… A Helen seguiu no ritmo para conquistar o podium e eu fiquei no meu ritmo torcendo por ela :)
Ali pelo Km 17, vi um doido caminhando na subida, aí diminuí o ritmo porque fiquei com medo dele… O cara tava muito louco, mas quando cheguei mais perto… ele me viu e começou a correr… Era o bombeiro humorista Thiago. Ele quis correr só pra eu não passar ele hahahaha. Alcancei ele e quis seguir no ritmo dele, mas ele não deixou e ordenou que eu seguisse no meu ritmo… E assim segui…
Logo na sequencia, encontrei a Ana, e corri alternando com ela alguns trechos. Em uma parte que ela ficou para trás nas descidas… Escutei um barulho lá atrás… Achei que fosse um bicho do mato fazendo barulho, mas depois descobri que era a Ana em um de seus espetaculares tombos. Mas nem tive tempo de dar risada, porque logo depois também caí em um buraco de erosão hehehehe. Por sorte sofri apenas alguns arranhões nos braços.
Aí nestas descidas, comecei a sentir as dores no joelho novamente. Cuidei bastante nas descidas, mas mesmo assim senti as dores. Foram uns 4Km correndo com dificuldade, mas quando chegamos em uma praia que tinha posto de hidratação, parei, alonguei, tomei bastante isotônico e água, sentei, e quando me senti bem, parti novamente. A partir daí resolvi seguir essa estratégia em todos os postos. Paradas sem pressa :)
1907322_842118339148784_4288648819380360390_n
Foi na parada do Km 29 (largada do pessoal dos 21K) que encontrei a Dani e a Rad, que estavam de apoio para nossa turma do FC Trail e foi muito legal receber essa injeção de ânimo delas. Muita palavras de icentivo, foram tão convincentes, que naquele momento eu acreditei que estava bem hahahahahhaa
Dali seguimos por muitos trechos de praia, e nos trechos de morro, rolaram parcerias com pessoal dos 100K e 84K. Esse pessoal dos 84 e 100 são meus heróis, um dia chego lá. A partir do Km 33, estava bastante difícil correr. Bastante mesmo, o corpo pedia para andar, eu via muita gente andando em trechos planos, mas trabalhei muito meu psicológico obrigando meu corpo a continuar correndo. Não foi nada fácil, me controlar pra nao pular no mar hahahahaha
Quando estava chegando no km 38(largada do pessoal dos 12K), eu estava um bagaço. Estava correndo no sacrificio, estava me sentindo fraco, e tentei aumentar um pouco o ritmo para passar bonito ali no meio da galera. Alcancei um pace incrível de 6’00”/km rsrs. Ali a emoção bateu. Passar por toda galera, todo mundo me aplaudindo, gritando “Vai lá Japa”… Locutor gritando no som “Vai Japa”… E eu no bagaço que estava… Tive que engolir o choro ali rsrs…
Parei para comer, me alongar… Encontrei um colega de Curitiba que ia fazer os 12K… Mais um incentivo fundamental… Aí o locutor veio e ficou me filmando com a minha gopro, e me entrevistou hahahahaha Eu estava só o pó, então foi papo bem idiota…. vai ficar pra mim esse vídeo :P
Faltavam “apenas” 12K. Encaramos um ultimo morro, que naquela altura, me pareceu muito pesado. Subida bem íngreme, algumas pedras. Conheci dois caras de Brusque correndo os 84K, e a partir dali nos alternamos no morro. Até que chegamos no asfalto e começamos a corre juntos. Hora eles puxavam ritmo, hora eu puxava… Quando a câimbra pegava, eu parava para alongar, e eles também paravam para alongar hahahahaha
Seguimos assim até a parte final. Aí eles aceleraram, e eu não fiz questão de acelerar… Já estava doendo tudo, então daquele jeito estava bom. Chegando próximo, faltando uns 200m para a Chegada, o campeão dos 12K estava voltando, e me viu, aí deu a volta e começou a correr comigo nesta parte final… Foi bem legal… Me deu um ânimo, e consegui baixar o pace para incríveis 6’30”/Km… e Cruzar a linha de chegada com os gritos de “CorreJapa” dos amigos, e minha esposa Vanessa toda linda gritando “Vai amor” foi muito emocionante. Tem que estar lá para etender e sentir tudo o que rolou. Vamos pra lá em 2015 para entender e sentir? rsrs
50K em 7:02’46”
1907335_504969319629404_7287981687262101426_n 10352769_504969299629406_79747263858692351_n
Aí vi que o Diego e a Jessika estavam por lá tirando fotos da chegada… Poxa muito legal a participação deles… Fotos e incentivo fundamentais… Só passando por toda essa batalha para entender :) Valeu TrailRunning.net.br
10359535_504969306296072_7765030730815746797_n
Esperamos a chegada de todos..
Helen(50K) chegou logo depois de mim.
Thiago bombeiro maluco(100K) chegou com a Priscila(50K) puxando ritmo…
Bruno(100K), Leo(100K) e André(84K) chegaram juntos…
Cesar(84K) chegou no sacríficio.
Seu Luiz(84K) chegou para alívio de todos :)
Adilson foi o primeiro da turma a chegar, por isso não vi a chegada dele. Essa poção do Asterix que ele toma é o segredo dele hehehehe
PS: Para minha surpresa, fiquei em 7. na categoria, de 27 participantes na faixa etária 30-39 anos. A categoria estava fraca este ano para eu ter conseguido tal feito… está explicado nas estatísticas hahahahaha
Hidratação no dia seguinte:
10302641_842119605815324_7190480177088119525_n
O que eu quero agora? Que 2015 chegue logo para eu encarar os 84K do Indomit!

 

Mudança – parte II

Hoje vim falar de uma nova mudança, um novo treino, agora com uma meta de participar de uma corrida de montanha com o fabiojapa! Ele, como vcs viramno blog já está no vício da montanha. Eu não conheço, não gosto de subidas e nem de insetos (deve ter no meio da natureza né?).
Então quando o Fabiojapa me propôs treinar pra correr uma com ele, achei um grande desafio e topei ;)
Não sei se ainda esse ano consigo, pois como falei, nunca gostei de subidas e sempre as evitei. Mas vai ser legal vencer essa!!!!

Hoje no meu primeiro dia de treino, na academia mesmo, fiz 15min no aparelho que simula escada

20140514-010121 AM.jpg
e mais 40min na esteira inclinada no nivel10…a maior parte andando rápido só e entre as caminhadas 4 corridinhas de 3min….e quase morrendo! :\ mas é assim que começa, melhor não forçar pelo menos no 1° dia né!!!

Projeto correcamilajapa na montanha!

20140514-010240 AM.jpg

FC Trail – 2a. Etapa Naventura Trail Race – Ponta Grossa 10/05/2014

Neste sábado (10/05/2014) rolou em Ponta Grossa-PR a  2a. Etapa Naventura Trail Race.

Esqueci minha câmera, então os vídeos e fotos foram feitos com o celular.

Estive por lá para ver os amigos que foram correr, e para prestigiar a estréia da tenda da equipe FC Trail.

 

TRC Araçatuba Half Marathon 2014

Tirando o atraso para variar um pouco né galera!

Neste 06/04/2014 aconteceu a meia maratona mais dificil do Brasil: Araçatuba Half MArathon. Foram 21Km com quase 1460m de desnível positivo, ou seja, não é para qualquer um. Senti isso na pele, sofri muito!

Diferentemente da 1a Etapa da Naventura em Sao Luiz do Purunã, que fiz em ritmo de treino, pretendia correr esta no limite, tentando me sair o melhor possível. Então parti para a largada com um pensamento só: correr no limite.

Contagem regressiva: 5, 4, 3, 2, 1… E largamos forte, e logo começou a subida e vamos lá, só que senti que saí forte demais, e após uns 400m de subida fortíssima, tive que parar para respirar, alguns amigos passaram por mim perguntando se estava tudo bem, e resolvi caminhar um pouco. Logo encontrei o seu Luiz parado pegando um pouco de fôlego. Parei ali com ele e conversamos um pouco, o teor da conversa: Estávamos quebrados!

Dali em diante foi muita subida e muito sofrimento, em parceria com seu Luiz até ali pelo km 6, então começou uma descida forte onde consegui voltar a correr. Ali foi legal, pois enquanto descia encontrei alguns amigos voltando, pois esta descida ia até uma casinha como posto de controle e voltava pelo mesmo caminho: subidona. Na parada do posto de controle marcava aproximadamente o km 9. Parei para tomar um pouco de coca cola, e tirei umas pedras do tênis.

10154293_689069884484912_4236792461698041847_n

Então comecei a subida da volta, corria um pouquinho e andava um montão, e por ali fechei parceria com um novo amigo o Eloyr. E assim foi até aproximadamente o km 12. Nesse ponto o bicho pegou, a subida conseguiu ficar mais difícil, só andava e em alguns pontos encontrava a galera fazendo paradas para tomar fôlego, e também parei em alguns pontos. O Eloyr, muito camarada também parou para respirar e fazer uns vídeos. Olha só o vídeo que ele fez: Vc vai ver que as paradas de folego, faziam aproveitar bastante a vista que tínhamos a disposição…

Seguimos assim até o cume, perto do km 15. Sentei um pouco, tomei um gel, uma água e alonguei um pouco.

Depois de alguns minutos, começamos a descida. E após uns 500m senti um mal estar e tive que sentar. O Eloyr parou para me esperar preocupado comigo, mas pedi para ele continuar, e fiquei ali descansando um pouco. Acho que minha pressão caiu :( Tomei uma cápsula de sal e esperei alguns minutos e resolvi correr de leve. Senti que estava melhor, então segui correndo leve, mas a descida começou a ficar pesada e com bastante barro. O que estava difícil ficou pior. Meu joelho começou a doer.

Logo encontrei um ponto com staff, então sentei um pouco e fiquei conversando com eles. Staff não tem vida fácil, estavam por ali desde cedo. Tiveram que encarar o subidão na caminhada em um horário que o frio ainda pegava. Tiro o chapéu para essa galera, e pretendo participar de uma prova como staff em breve :)

Resolvi voltar a corer bem de leve cuidando bastante com as descidas. Adaptei minha pisada para não forçar o joelho, ou seja, manquei um pouco rsrs E assim segui por cerca de 1 quilometro, quando percebi que meu joelho não doía como antes, apenas sentia um leve incômodo. Então soquei a bota e comecei a passar algumas pessoas. Quando faltava cerca de 1 km encontrei o Guilherme, amigo de treino. Ele estava caminhando, cansado… PEdi para ele me acompanhar porque faltava pouco, e assim fomos juntos.

Seguimos passando algumas pessoas e fui chamando a galera para acompanhar porque faltava pouco, e quando vi corríamos em um pelotão de uns 6 quebrados hahahahha

Soquei a bota até a linha de chegada e por lá me sentei e me acalmei. Muita alegria na chegada desta prova que foi muito difícil para mim. Recomendo a todos.

Fechei 4:26′

Meta para 2015: sub 4hs

Olha o que meu garmin registrou:

Split
Time
Distance
Avg Pace
Summary 4:26:13.2 22,68 11:44
1 8:18.2 1,00 8:18
2 20:56.8 1,00 20:56
3 13:03.7 1,00 13:04
4 10:49.3 1,00 10:49
5 8:20.7 1,00 8:21
6 8:57.9 1,00 8:58
7 6:29.1 1,00 6:29
8 6:07.5 1,00 6:08
9 11:13.1 1,00 11:13
10 15:53.3 1,00 15:53
11 12:18.5 1,00 12:19
12 10:11.6 1,00 10:12
13 10:51.6 1,00 10:51
14 18:57.4 1,00 18:58
15 27:42.0 1,00 27:41
16 18:09.9 1,00 18:09
17 8:52.2 1,00 8:52
18 6:49.6 1,00 6:50
19 8:10.5 1,00 8:10
20 11:06.1 1,00 11:06
21 8:15.1 1,00 8:15
22 8:32.0 1,00 8:32
23 6:07.0 0,68 8:56

http://connect.garmin.com/activity/479603254

Confesso que fiquei bastante decepcionado com meu desempenho na prova. Sofri muito e pensei bastante sobre meus treinos e sobre a estratégia na prova. Cheguei a pensar em desistir da próxima prova por causa das dores no joelho. Mas chega de mimimi. A deprê pós prova passou e tive bastante apoio dos amigos da corrida de montanha. Agradeço aos amigos do grupo zapzap(whatsapp) da montanha, muita parceria e incentivo.

Não desisti, e agora a preparação começa para a próxima: Indomit Costa da Esmeralda 50K

Essa prova promete muito. Depois conversamos um pouco sobre ela :)

Run2B… Strong

Corrida Nhundiaquara-Morretes-PR 27/10/2013

Tirando o atraso nos posts aqui do blog…

Esta corrida eu fiz dia 27/10/2013 em Morretes-PR. A prova foi organizada pela Correr e Nadar, e eu esperava um maior grau de dificuldade com relação a subidas, mas neste quesito não tivemos grandes problemas.

A maior dificuldade que enfrentei foi não estar devidamente preparado e também o calor. Como não tinha muitas subidas, eu tentei fazer em meu ritmo moderado/forte, mas logo senti o despreparo e diminui o ritmo, mas lá pelo km 16 não resisti e tive que alternar corridas com caminhadas rsrs

Confiram o vídeo que montei.

Pelas imagens, vcs puderam conferir que valeu a pena! É por causa dessa paisagem que eu vou focar nas montanhas em 2014. Já estou com uma idéia da minha meta para 2014, mas vou esperar confirmar… aí conto pra vcs. O que posso adiantar é que vai ser dureza…

3a. Etapa – Circuito PR de Corrida em Montanha – Naventura

Como eu já havia falado, neste segundo semestre, eu estou com uma pegada diferente. Não quero me sacrificar tanto pela performance. Quero recuperar o prazer que eu sentia antes, sem sofrer tanto, e voltar a curtir a corridinha. Pensando nisto, quero fazer algumas provas diferentes neste segundo semestre, voltando a fazer as corridas de montanha. Com este pensamento, surgiu no meu calendário a prova que vou falar um pouquinho a seguir. Resolvi de ultima hora, me inscrevi com 5 dias de antecedência a prova…rsrs

Neste domingo(08/09/2013) rolou a 3a etapa do Circuito PR de Corrida em Montanha, com organização da Naventura. Fui sem preocupação com tempo, pensando em curtir a prova, filmar alguma coisa do visual, e completar a prova. Foi bem legal, porque a vibe na montanha é bem diferente mesmo. O clima de camaradagem é outro. Só estando por lá para entender.

Antes da largada fiz uma foto no pódio. Só assim para conseguir um pódio hahahaha. Um dia eu chego lá.

image

Com a largada, eu saí em ritmo moderado, me segurando para não queimar a largada. E muita gente saiu me passando, mas como os 6 primeiros Km eram de subida ininterrupta, eu sabia que o bicho ia pegar. Aos poucos fui passando aquela galera que saiu forte, mas alguns que saíram forte, foram aqueles que arrepiaram e chegaram nas primeiras colocações. Parabéns a estes campeões.

Estes 6 primeiros Kms foram alternando caminhada e trotezinho. Talvez tenha sido mais caminhada do que trotezinho, mas faz parte. O bicho pegou de verdade quando a estrada de terra acabou ali pelo Km 4, e começou o trecho de trilha single track. Foi um trecho pesado, e bastante cansativo. Forçava bastante o tornozelo por que o piso era bastante irregular, e você andava inclinado pela borda do morro do Capivari. Lembra que falei que neste segundo semestre não quero sofrer? Pois é… na montanha tem sofrimento, não tem jeito, mas esse eu gosto :)

Como eu tenho muito medo de altura, fiquei focado no solo, mas às vezes olhava a paisagem bastante bonita. Outras horas olhava a altura e ficava todo receoso(para não dizer medroso…).

Teve um momento crítico para mim na prova, quando começava o trecho de descida em meio a trilha: Eu estava correndo pela trilha e na hora de atravessa uma rocha vi uma mulher parada ali. Vendo como passar. Quando cheguei ali entendi: Tinha que atravessa essa rocha inclinada, e ela dava para um penhasco. Detalhe: A rocha tinha um pouco de limo e estava escorregadia. Eu comecei a atravessá-la e escorreguei. Como eu sabia a altura que estava, travei e fiquei ali de quatro parado morrendo de medo. Por sorte um colega da equipe BPM estava passando ali e me viu em apuros. Ele que me deu o apoio(a mão) e me puxou até atravessarmos a rocha.

Dali saí totalmente assustado, só olhava a altura que estávamos e percebi que muita gente estava me passando. Devido ao meu medo eu estava correndo travado. Ficava pensando no perigo daquele penhasco e achava absurdo não ter uma corda ou algo do tipo para ajudar o pessoal a atravessar. Imagina se estivesse chovendo. Depois soube que teve gente que não conseguiu atravessar e voltou. eu poderia ser uma delas se não fosse a ajuda que tive. Cheguei a pensar em desistir das corridas em montanha…rsrs. Mas isso passou!

Quando vi que estava travado na descida, resolvi me concentrar em onde pisava e comecei a me soltar, e voltei a passar alguns dos que me passaram. Outro problema, comecei a sentir cãibras na panturrilha. Fui administrando, segurando um pouco o ritmo e me concentrando, mas teve dois momentos que tive que parar para alongar :(

Quando começou a descida pela estrada de terra, resolvi sentar a bota e mandei ver. Nessa descidona teve uns 2 que me passaram, mas chegando próximo a chegada, dei um gás total e passei eles e cruzei a linha comemorando.

Resultado:

- No meu garmin: 1:33’40”

- 5o. Colocado na Categoria M 30-34

- Bolha no pé esquerdo e joelhos ralados. Isso passa.

Um dia pode ser que eu consiga um pódio :)

1233473_3454764224033_1000344009_n

Descansei por ali, vi a premiação, conversei com a galera. Tive a certeza que apesar do perrengue, este é o lugar que quero estar. Dia 14/09/2013 vou participara da X Revezamento Volta de São Francisco. Faço parte do BPM Trio 2: http://www.travessias.com/new/corrida/2013/largada.htm Nesta prova também quero curtir. Pelo que fiquei sabendo o visual é demais, e temos que torcer por sol para aproveitar ainda mais o visual. É claro que o sol vai castigar, mas vale o visual. Já olhei a previsão, e advinha: Sol predominante :)

Ah… Ali na naventura, fiz a estréia da minha goPro em provas, e tenho alguns videos aí em baixo. Se tiver paciência dá uma olhada.

A galera esperando a largada:

A largada:

Aguenta a subida:

Começando a descida:

A chegada:

Todos os vídeos estão disponíveis no canal:

http://www.youtube.com/user/canalrun2b

Circuito Paranaense de Corrida em Montanha 2013 – 1a Etapa

Um dia, um amigo me disse que quando eu experimentasse a montanha(no meu caso, a K21Curitiba), eu não iria largar mais. Ele estava certo!

Já tenho minha próxima prova:

1a Etapa – Circuito Paranaense de Corrida em Montanha 2013 – São Luiz do Purunã-PR

No sábado, antes da corrida da Unimed, conversei com minha assessoria esportiva, e decidi me inscrever nesta corrida de montanha porque em abril vou sair de férias em viagem, e como esta prova será dia 24/03/2013, vai ser uma espécie de dia pra me matar de canseira, e depois vou poder descansar…rsrs

Recebi minha planilha hoje, e percebi que na verdade não terei tanto descanso…rs…pois minha prova alvo para atingir minha meta sub 45′ será em uma prova no mês de junho, provavelmente na meiadefloripa, então vou ter que me dedicar.

Na corrida de montanha do dia 24/3 vou encarar os 12Km, e já vi que vai ser sofrido e divertido:

 

Assim como na K21Curitiba, vai ter um trecho que vou correr em um riacho :)

É diversão garantida.

Depois da prova, vamos curtir o parque Estância Águas da Serra. Merecemos né?

 

Run2B…Happy

 

K21 Curitiba 2013 em fotos

Como esta foi a prova que mais gostei até hoje, como já falei no post da K21Curitiba, não hesitei em comprar umas fotos. Recebi hoje as fotos que comprei no foco radical:

aps0313k21c4002_Baixa-1800x1200pixels300dpi

Nas paradas de hidratação não tive vergonha de parar para curtir a água e me refrescar com calma:

BUD13K21PR03078_Baixa-1800x1200pixels300dpi

Nas subidas fortes caminhei em ritmo moderado para poupar energias:

CSM13K21PR07707_Baixa-1800x1200pixels300dpi

CSM13K21PR07710_Baixa-1800x1200pixels300dpi

Como poupei energias na subida, na descida eu sentei a bota:

CSM13K21PR08035_Baixa-1800x1200pixels300dpi

MA13K21C0558_Baixa-1800x1200pixels300dpi

MA13K21C2731_Baixa-1800x1200pixels300dpi

MA13K21C2739_Baixa-1800x1200pixels300dpi

E aí algumas fotos que encontrei na internet:

img_3187

img_3196

img_3198

img_3230

Aí os vencedores:

1° – José Virgínio de Morais(regata branca)

2° – Giliard Altair Pinheiro(regata azul)

VirginioGilli