Competidores têm que correr de zumbis para sobreviver à prova

Olha que loucura! Não duvido que logo logo esta idéia chegue ao Brasil.

Zumbis ganham maquiagem personalizada ao chegarem na arena

Zumbis ganham maquiagem personalizada ao chegarem na arena

A febre do apocalipse zumbi chega ao mundo da corrida e coloca atletas para correr dos mortos vivos em um percurso emocionante, cheio de obstáculos e com um único objetivo: sair vivo dessa aventura. A Run for You Lives é um percurso de cinco quilômetros que ocorre em diversas cidades dos Estados Unidos.

Os corredores largam trancados em uma caixa e, assim que a prova se inicia, os staffs soltam gelo seco no local para deixar a prova com um ar ainda mais sinistro. Os inscritos devem colocar um cinto com pequenas bandeiras que representam suas vidas, e devem salva-las de serem tomadas por uma série de zumbis que os aguardam no percurso.

O evento conta com diversos obstáculos naturais, como passagens em lagos, e labirintos produzidos pela organização. Apesar de serem assustadores, os participantes não podem desviar das barreiras e sofrem penalidades se o fizerem.

Durante o trajeto é proibido que haja qualquer contato físico entre zumbis e corredores para preservar a saúde de ambos. Mesmo assim, as bandeiras não devem ser escondidas e, caso todas elas sejam tomadas, o competidor deve terminar o percurso, apesar de não ser um sobrevivente.

A próxima prova ocorre neste sábado (13/7) em Minnesota e a organização garante que o atleta terá o dia mais louco e assustador da sua vida. No dia 3 de agosto é a vez dos atletas da Pensilvânia sofrerem o apocalipse zumbi.

Anúncios

Corrida Fila Night Race Curitiba 10K 13/07/2013

Neste sábado(13/07/2013) encarei mais uma prova de 10K com um único objetivo: me firmar como sub 45′ nos 10K.

Depois de Floripa(41’35” nos 10K), não tinha feito nenhuma outra prova, e estava um pouco receoso com relação ao meu tempo nesta prova. Como estou trabalhando demais, não estou treinando tanto quanto eu gostaria, e isto me deixou um pouco inseguro. Mas este esporte é tão gratificante… Apesar de não treinar o tanto que gostaria, não estou perdendo meus treinos de qualidade e os longos, e tem feito a diferença para não perder o ritmo.

DSC_0254

Antes da prova, conversei com minha treinadora a respeito de uma dor na minha perna. A dor provavelmente foi causada pelas pedaladas, e acontece na parte de trás da perna, um lugar que eu não costumo ficar dolorido. Isso também me deixou preocupado, então a estratégia foi de largar na boa e sentir como estou. E foi assim que fiz.

Me posicionei na largada no meio do povo e comecei alongar. Aí encontrei o primeiro ponto negativo da prova, não tinha áreas para dividir os atletas por pace. Sei que o pessoal não respeita estas áreas…rsrs… Mas mesmo assim poderia ter. A largada foi aquela bagunça de sempre, o pessoal que corre devagar estava todo a frente. Acho que larguei a uns 6’30”/km, e tive que manter isso por uns 100 metros, aí consegui pegar uma faixa da direita e saí ultrapassando o pessoal.

Tentei não forçar muito o ritmo, mas olhando no gps para ficar abaixo de 4’30”/km. A partir do Km 2, percebi que estava bem então puxei um pouco o ritmo para 4’15”/km e segui assim até começarem as subidas. Aí minha estratégia era pegar leve na subida 4’50”/km e sentar a bota nas descidas 4’10”/Km. E fui nessa levada até a parte final da prova. Nos últimos 2Km senti que tinha uma sobra e puxei para 3’50”/Km e por ali vi minha esposa e um casa de amigos me incentivando e tentando tirar fotos. Aí que dei um gás e consegui cruzar a linha de chegada em 42’56”(tempo no meu gps). Mais tarde vi o tempo liquido oficial 42’59”.

rsultado

 

Excelente! Considerando os contratempos destes tempos.

Vou ficar devendo as fotos em que apareço correndo porque minha esposa reclamou que eu passei correndo muito rápido, e a foto acabou ficando só um borrão… hahahahaha

 

 

Trabalho com esteira

Estou sumido aqui do blog… Mais uma vez a poeira está reinando por aqui cof cof cof rsrs…

Como vocês sabem, eu trabalho na área de tecnologia, e é comum eu passar por fases turbulentas em que o trabalho me ocupa a maior parte do meu tempo. Muuta hora extra rolando, repito… Muita, mas muita hora extra rolando… E isso acaba impactando em minha rotina.

Como sou do seguinte pensamento: tempo a gente sempre arruma… Estou dando meu jeito e me adaptando.

Tem dia que corro pela manhã, ou então corro na hora do almoço. Se der uma brecha, corro a tarde, ou então à noite. Às vezes fico sem treinar também… Paciência.

Depois da última gripe que peguei por causa do frio, tomei uma decisão: como estou dormindo mal, por causa do trabalho, minha resistência anda um pouco baixa, então resolvi me cuidar para evitar uma nova gripe, e quando está frio, corro na esteira da academia.

Hoje tinha um treino de 18K. A temperatura estava em torno dos 13 graus, aí tive que encarar a esteira. Acho que foi o treino mais longo que fiz na esteira, e foi um teste de paciência porque mantive velocidade constante.

image

Geralmente faço treinos de tiros(intervalados) quebrando a monotonia, mas um treino longo destes na esteira pareceu uma eternidade rsrs. Ah, foi legal que mantive uma velocidade boa, mesmo sendo na esteira, 14km/h foi show de bola. Agora dureza vai ser os próximos treinos porque fiquei com uma bolha em cada pé. Vacilei de não proteger os pés devidamente, mas faz parte dessa nossa vida.

Com essa correria no trabalho, tive que abrir mão da musculação e do spinning para priorizar a corrida, mas pelo menos uma vez por semana estou encarando um pedal. Neste domingo encarei de speed 60K. Estou aprendendo ainda é conhecendo a speed, mas estou gostando bastante.

image

É isso aí pessoal, se vocês estão com dificuldades por falta tempo… Pense um pouco, se planeje, pois com esforço a gente consegue arrumar mais um tempinho…

PS: neste sábado 13/07/2013 tem a fila night race Curitiba 10k, e vou estar por lá… E dia 28/07/2013 é a golden4asics SP e estarei lá tentando um Record pessoal mundial de todos os tempos na meia maratona.