Próxima Corrida?

No post anterior eu falei que já tinha uma próxima prova em mente e que iria contar para vocês.

A prova seria a Corrida da Serra da Graciosa, mas fui fazer minha inscrição hoje e infelizmente lotou. As inscrições iriam até 27/09/2013, mas como a procura foi grande, as vagas encerraram antes do previsto. Eu fiquei na mão e agora preciso da ajuda de vocês.

Alguém tem alguma sugestão de prova para eu fazer? Apenas lembrando que quero curtir sem me preocupar com performance e tempo 🙂

 

Anúncios

X Revezamento Volta de São Francisco 2013 – Fotos e Vídeos

Neste sábado 14/09/2013, tive a satisfação de participar do X Revezamento Volta de São Francisco. Também conhecida como Volta à ilha de São Chico, por muitos considerada uma prova mais bela do que a Volta à ilha de Florianópolis. Como eu nunca fiz a de Floripa, não posso opinar, mas garanto que as pessoas que me falaram isso são confiáveis.

DSC_0410

Esta prova não estava no meu planejamento, mas minha treinadora Vanessa da BPM Assessoria Esportiva me convidou a participar em uma das equipes que eles estavam organizando. Eu tive que pensar um pouco, mas acabei aceitando, levando em conta que neste segundo semestre não quero me estressar com performance no asfalto. Como a ideia é curtir provas diferentes, esta caiu como uma luva. Mas curtir, não quer dizer que não vai ter sofrimento rsrs

DSC_0409

Se quiser conferir mais detalhes da prova:

http://www.travessias.com/new/corrida/2013/index.asp

Abaixo os trechos em que ocorriam as transições:

seção

Local

Dist.

Dist. Acumulada

1

Largada –  Ao Lado do Mercado Public- – paralelepípedo, estrada de chão, asfalto

9,1km

2

SC – Polícia Rodoviária – asfalto em todo o percurso

8,2km

8,2km

3

Saída do Capri – estrada de chão em todo o percurso

4,7km

17,3km

4

Capri – praia, areia firme, travessia de rio

5,5km

22km

5

 Forte – asfalto, estrada de chão e paralelepípedo

4,4km

27,5km

6

Praia Ubatuba – final – praia, areia firme, travessia de rio

5,3km

31,9km

7

Praia da Enseada – 0,9km calçamento, 160 degraus em subida e 1,7km trilha, 800m Calçamento

2,8km

37,2km

8

Final Praia Grande – praia, areia fofa

7,0km

40,0km

9

 Praia Grande – praia, areia fofa

7,0km

47,0km

10

Praia do Ervinio 2 – praia, areia fofa

6,9km

54,0km

11

 Praia do Ervino 1 – estrada de chão em todo o percurso

6,7km

60,9km

12

Igreja Gamboa – estrada de chão em todo o percurso

7,1km

67,6km

13

 BR 280 – estrada de chão em todo o percurso

5,9km

74,7km

14

Escola F. Correa – estrada de chão, asfalto e paralelepipedo

5,1km

80,6km

15

BR 280 – 200m antes da BR – asfalto e paralelepípedo

4,3km

85,7km

CHEGADA

90km

A prova foi bem organizada, e as largadas foram em ondas, de acordo com o ritmo previsto no momento da inscrição. Quanto mais rápido o seu ritmo, mais tarde seria a largada. isso mesmo, os mais lentos largaram as 7:20, e o nosso trio largou as 8:20.

É…. encaramos a prova em trio. Eu sabia que seria cansativo, mas foi bem mais do que imaginei hehehehe

Aí na foto, o casal Paulo e a Pâmela. A Pâmela foi nossa motorista, e fez toda diferença porque aproveitamos para descansar bastante sem preocupação com a direção.

DSC_0413

Fiz o meu primeiro vídeo editando no programinha da goPro:

Como foram 90Km em trio, cada corredor ficava responsável por 5 trechos:

Corredor 1 Paulo: 1, 4, 7, 10, 13

Corredor 2 Fernando: 2, 5, 8, 11, 14

Corredor 3 fabiojapa: 3, 6,9, 12, 15

Como eu aceitei o desafio faltando 3 semanas para me preparar, pedi para ser o corredor 3 porque era o de menor percurso: 28,14 Km

O trecho 6 foi muito legal por que tive que atravessar rio salgado(assista no vídeo), tentei nadar, mas não deu muito certo porque não sei nadar, então me agarrei à corda, e fui apoiado nela. Foi tenso porque me desgastou muito e gastei muita energia.

DSC_0447

O trecho 9 foi o mais difícil: 7Km correndo na areia fofa. Foi muito desgastante correr de tênis na areia fofa, e a partir do Km 3 tirei o tênis e corri descalço, me arrependi de não ter corrido descalço desde o início.

O trecho 12 me matou. Eu e minha equipe achávamos que era de 5Km, então a equipe seguiu direto para a transição, sem ficar no meio do trecho para dar água… Só que eram 7Km em estrada de terra com muito sol, sem nenhuma sombra. Minhas pernas estavam muito judiadas por causa do trecho 9, e eu estava sentindo calor, muito calor. Por sorte uma equipe parou e me deu água, então segui, mas o cansaço foi demais. Tive que parar para andar. Tive que parar de andar… Então outra equipe parou, conversou um pouco comigo, me deu água. Ficou muito grato às outras equipes que pararam para me ajudar. Consegui retomar e segui em frente correndo de leve. Fechei este trecho com um pace médio de uns 6’30”/Km. considerando o perrengue… até que foi bom…

O trecho 15 era o último. Eu estava muito, mas muito cansado. Tomei dois carbos(gel), bastante água, suco. E mentalizei, vou de leve, mas no limite hehehehehe. Foi o que fiz… Era um pedaço com algumas sombras, com asfalto e no final paralelepipedo pelo centro histórico de São Francisco do Sul. Nos últimos 300m meus companheiros de equipe me acompanharam e cruzamos a linha de chegada juntos.

DSC_0455

DSC_0459

Tivemos três falhas técnicas:

– Em um trecho paramos para dar água para o Paulo, e esperamos por uns 10mins e nada… Pegamos o carro e partimos para a transição e ele estava lá esperando fazia 8mins. O cara foi mais rápido que o carro!!!

– Em uma transição, o Fernando saiu correndo pela estrada de terra, e nós seguimos de carro por ali, mas percebemos que não havia nenhum carro e nenhum corredor por ali. Putzzzz….. pegamos caminho errado…. Meia volta(180°) e voltamos tudo de novo até a transição. Ao invés de pegar a estrada de terra, tinha que pegar a estrada em reforma…. Putzzzzz

– Em um certo momento, um dos corredores teve que correr pro mato, mas não tinha papel higiênico. Usou a cueca da Tommy hilfigher hahhaha

É isso aí. Este segundo semestre eu não quero me estressar e sofrer tanto com performance. Só quero curtir.

DSC_0464

Nesta prova eu fui pra curtir. Sofri muito. Muito mesmo! Mas eu curti tudo e quero mais.  Já tenho a próxima por vir no início de outubro, mas isso eu conto em outro post.

Agradecimento super especial aos parceiros de equipe: Fernando, Paulo e Pâmela. Foram parceiros de verdade dando muito apoio e incentivando em todos os momentos difíceis. Ano que vêm tem mais hein 🙂

Agradeço também aos meus treinadores: Vanessa Cabrini e Marcelo Verderoce Vieira por todo planejamento em meus treinos e incentivos para conseguir superar minhas metas com sobra 🙂

3a. Etapa – Circuito PR de Corrida em Montanha – Naventura

Como eu já havia falado, neste segundo semestre, eu estou com uma pegada diferente. Não quero me sacrificar tanto pela performance. Quero recuperar o prazer que eu sentia antes, sem sofrer tanto, e voltar a curtir a corridinha. Pensando nisto, quero fazer algumas provas diferentes neste segundo semestre, voltando a fazer as corridas de montanha. Com este pensamento, surgiu no meu calendário a prova que vou falar um pouquinho a seguir. Resolvi de ultima hora, me inscrevi com 5 dias de antecedência a prova…rsrs

Neste domingo(08/09/2013) rolou a 3a etapa do Circuito PR de Corrida em Montanha, com organização da Naventura. Fui sem preocupação com tempo, pensando em curtir a prova, filmar alguma coisa do visual, e completar a prova. Foi bem legal, porque a vibe na montanha é bem diferente mesmo. O clima de camaradagem é outro. Só estando por lá para entender.

Antes da largada fiz uma foto no pódio. Só assim para conseguir um pódio hahahaha. Um dia eu chego lá.

image

Com a largada, eu saí em ritmo moderado, me segurando para não queimar a largada. E muita gente saiu me passando, mas como os 6 primeiros Km eram de subida ininterrupta, eu sabia que o bicho ia pegar. Aos poucos fui passando aquela galera que saiu forte, mas alguns que saíram forte, foram aqueles que arrepiaram e chegaram nas primeiras colocações. Parabéns a estes campeões.

Estes 6 primeiros Kms foram alternando caminhada e trotezinho. Talvez tenha sido mais caminhada do que trotezinho, mas faz parte. O bicho pegou de verdade quando a estrada de terra acabou ali pelo Km 4, e começou o trecho de trilha single track. Foi um trecho pesado, e bastante cansativo. Forçava bastante o tornozelo por que o piso era bastante irregular, e você andava inclinado pela borda do morro do Capivari. Lembra que falei que neste segundo semestre não quero sofrer? Pois é… na montanha tem sofrimento, não tem jeito, mas esse eu gosto 🙂

Como eu tenho muito medo de altura, fiquei focado no solo, mas às vezes olhava a paisagem bastante bonita. Outras horas olhava a altura e ficava todo receoso(para não dizer medroso…).

Teve um momento crítico para mim na prova, quando começava o trecho de descida em meio a trilha: Eu estava correndo pela trilha e na hora de atravessa uma rocha vi uma mulher parada ali. Vendo como passar. Quando cheguei ali entendi: Tinha que atravessa essa rocha inclinada, e ela dava para um penhasco. Detalhe: A rocha tinha um pouco de limo e estava escorregadia. Eu comecei a atravessá-la e escorreguei. Como eu sabia a altura que estava, travei e fiquei ali de quatro parado morrendo de medo. Por sorte um colega da equipe BPM estava passando ali e me viu em apuros. Ele que me deu o apoio(a mão) e me puxou até atravessarmos a rocha.

Dali saí totalmente assustado, só olhava a altura que estávamos e percebi que muita gente estava me passando. Devido ao meu medo eu estava correndo travado. Ficava pensando no perigo daquele penhasco e achava absurdo não ter uma corda ou algo do tipo para ajudar o pessoal a atravessar. Imagina se estivesse chovendo. Depois soube que teve gente que não conseguiu atravessar e voltou. eu poderia ser uma delas se não fosse a ajuda que tive. Cheguei a pensar em desistir das corridas em montanha…rsrs. Mas isso passou!

Quando vi que estava travado na descida, resolvi me concentrar em onde pisava e comecei a me soltar, e voltei a passar alguns dos que me passaram. Outro problema, comecei a sentir cãibras na panturrilha. Fui administrando, segurando um pouco o ritmo e me concentrando, mas teve dois momentos que tive que parar para alongar 😦

Quando começou a descida pela estrada de terra, resolvi sentar a bota e mandei ver. Nessa descidona teve uns 2 que me passaram, mas chegando próximo a chegada, dei um gás total e passei eles e cruzei a linha comemorando.

Resultado:

– No meu garmin: 1:33’40”

– 5o. Colocado na Categoria M 30-34

– Bolha no pé esquerdo e joelhos ralados. Isso passa.

Um dia pode ser que eu consiga um pódio 🙂

1233473_3454764224033_1000344009_n

Descansei por ali, vi a premiação, conversei com a galera. Tive a certeza que apesar do perrengue, este é o lugar que quero estar. Dia 14/09/2013 vou participara da X Revezamento Volta de São Francisco. Faço parte do BPM Trio 2: http://www.travessias.com/new/corrida/2013/largada.htm Nesta prova também quero curtir. Pelo que fiquei sabendo o visual é demais, e temos que torcer por sol para aproveitar ainda mais o visual. É claro que o sol vai castigar, mas vale o visual. Já olhei a previsão, e advinha: Sol predominante 🙂

Ah… Ali na naventura, fiz a estréia da minha goPro em provas, e tenho alguns videos aí em baixo. Se tiver paciência dá uma olhada.

A galera esperando a largada:

A largada:

Aguenta a subida:

Começando a descida:

A chegada:

Todos os vídeos estão disponíveis no canal:

http://www.youtube.com/user/canalrun2b

Treino de Montanha BPM – Morro dos Perdidos

Neste domingo(01/09/2013) a assessoria esportiva BPM promoveu um treino de montanha como preparação para as provas longas ou de montanha deste segundo semestre. Fiquei sabendo de ultima hora e não poderia participar por causa do trabalho. Mas depois de pensar bastante, vi que tinha que dar um jeito, fiz uns ajustes no trabalho para poder ficar livre no domingo de manhã e consegui ir.

Domingo, 4:45 da madruga, com um pouco de dificuldade consegui acordar, dei um beijo de bom dia na minha esposa, e ela reclamou: “Deixa eu dormir!” rsrs

Ali pelas 6:05 já estávamos partindo de nosso ponto de encontro, em direção ao Morro dos Perdidos, que fica em Guaratuba-PR. O trajeto foi pela BR-376 em direção a Joinville-SC, e fizemos este percurso em pouco mais de 1 hora.

Chegando lá, deixamos o carro em uma chácara ali no pé do morro, e pude sentir o frio que fazia naquela manhã que prometia um tempo muito bonito. Como vi que a previsão era de tempo quente, aguentei o frio matinal e parti pro aquecimento sem blusa mesmo, e já partimos para a subida do Morro.

A subida começou tranquila, e percebi que seria por uma estrada de terra, então seria menos difícil do que se fosse por trilha. Tivemos a companhia de dois cachorrinhos que mostraram um bom preparo e ditaram o ritmo na subida. Aliás, cada um fez o seu ritmo, e eu subi a maior parte do tempo sozinho. Só via na minha frente dois em um ritmo parecido com o meu, mas a uma certa distância que abriram no início do treino. Ah…via também os dois cachorrinhos lá na frente.

Em certo momento, vi um atleta já fazendo a descida. Esse cara é monstro! Subiu, desceu até a metade, e subiu novamente chegando antes que todos na segunda vez que subiu. Fiquei espantado.

Enquanto continuava minha subida, alternando caminhada e corrida leve, fui diminuindo a distância para os dois a minha frente, e quando começávamos a chegar no pico, alcancei os dois, mas faltava um pouco para atingir minha meta: Ultrapassar os dois cachorrinhos hahahahhaa. Mas fui persistente e faltando poucos metros do final passei os cachorrinhos! Quase 6K de subida!

1

Troquei uma idéias rápida com os dois colegas que chegaram logo depois, e já iniciei minha descida em ritmo bastante forte, mas ao passar pelo pessoal, me chamaram para voltar para tirarmos foto da equipe. Foi dificil, pensei umas quatro vezes, mas voltei…rsrs Já tinha descido uns 500m, mas vamos lá subir novamente para as fotos. Sou japa e gosto de fotos né.

Tiramos algumas fotos, 10mins de papo, e chega a hora da descida.

2

Na descida eu sentei a bota, e mantive um ritmo de 4’20”/Km por boa parte, mas ali pelo ultimo Km comecei a sentir cãibras, e tive q maneirar um pouco 5’00”/Km, mas consegui terminar o treino. A verdade é que já se passaram 2 dias, e ainda estou bastante dolorido. Será que passa? rsrs Claro que passa. Este treino era o que eu estava precisando. Me mepolguei tanto, que já me inscrevi para a 3a. Etapa de Corrida em Montanha da Naventura que acontecerá dia 08/09/2013. Viva!

Ah… Pude estrear a minha goPro, e fiz alguns videozinhos. Estão toscos porque estou aprendendo a usar, mas quem quiser conferir: