Adidas Energy Boost – Opinião/Review

Eu já tinha comentado as minhas primeiras impressões sobre o meu Adidas Energy Boost, mas estava devendo uma review mais detalhada após efetuar mais treinos com o tênis.

20130424-231143.jpg

A primeira dica que posso dar: O tecido do cabedal utiliza a mesma tecnologia que algumas roupas da marca, com tecnologia Techfit. Este tecido faz com que o tênis fique mais justo para seu pé, então além de experimentar a sua numeração habitual de tênis, experimente também um número maior. Lembre-se que o tênis deve ficar levemente folgado, pois a tendência é que seu pé inche um pouco durante a corrida. Confesso que bobeei nisso, e se uso minhas meias de corrida com proteção contra atrito na sola, ele fica um pouco apertado. Então só estou usando o tênis com meias finas ou então sem meia, e assim não tenho problema nenhum.

O tênis é muito bonito na minha opinião. Acho que muito se deve ao tecido de Techfit, que dá uma diferença em relação aos tênis que estou acostumado. A entresola que é feita com a tecnologia Boost, se assemelha a isopor. No início achei um pouco estranho, mas não compromete. O tênis está disponível nas cores preto, azul e vermelho. O vermelho foi minha escolha desde o início, mas foi difícil de achar. Tive que esperar 2 semanas para chegar na loja, mas valeu a pena. Era a cor de tênis que eu queria faz um tempo.

O preço do tênis é na faixa dos tênis top: R$ 499,00, mas chore um desconto. Eu consegui 10% de desconto em uma loja física, então você também consegue. É um preço salgado e este valor é um ponto negativo para o tênis, pois sempre vou achar negativo pagar mais que R$ 300,00 em um tênis.

No início eu testei o tênis em treinos longuinhos(acima de 15Km), e o tênis atendeu muito bem. Meu pé esteve confortável o tempo inteiro, e o amortecimento proporcionado pela entresola foi muito bom, e assim não senti dores nas articulações, algo que já senti quando utilizei tênis com pouco amortecimento. A tecnologia da entresola dá nome ao tênis: Boost, e a grande jogada dela é que ela dá uma resposta maior que o EVA, proporcionando uma maior performance  para o corredor. Você pode ver uma demonstração no vídeo abaixo, ou clicando aqui:

 

Depois eu comecei a usar o tênis em meus treinos de velocidade, e o tênis não decepcionou. O tênis me dá estabilidade e ao mesmo tempo dá resposta ajudando em meus tiros de velocidade. Correndo com ele em meus tiros de velocidade, eu me sinto confortável em mudar minha pisada, passando a pisar com o meio do pé pra frente. Esta alteração na minha pisada me ajudou a melhorar minha velocidade, mas abro um parênteses aqui: O tênis não faz milagre, e esta melhora na minha velocidade está sendo auxiliada pelo tênis, mas o crédito maior fica para meus treinamentos, pois estou respeitando 95% da minha planilha.

Como vocês podem ver na foto ele está bem sujinho, pois além de utilizar no asfalto, corri com ele em parques com pista de areia também, e consegui manter velocidade boas, pois o solado ficou firme no chão e não ficou escorregando.

Antes eu utilizava:

– Para treinos de velocidade e provas: Asics DS Trainer e Adidas Mana;

– Para treinos longos: Asics Nimbus 13 e 14

O Adidas Energy Boost é o único tênis que estou utilizando tanto em treinos de velocidade como longos, e tenho certeza que ele se sairá muito bem em provas. Desde que comprei ele, só participei de provas de corrida de montanha, então não tive ainda oportunidade. Minha próxima prova no asfalto será em 11/05/2013, e vou utilizar ele sem medo.

Notas:

Áreas Avaliadas Pontuação (0 – 10)
Qualidade 9
Value of Money 6
Performance 10
Design 9
Tamanho/Ajuste 7
Pontuação Média
8.2

Volto a dizer que tênis não faz milagre, e estas são as minhas opiniões, e a experiência pode variar de indivíduo para indivíduo. Depende muito do peso, tipo de pisada e experiência em corrida. O tênis é para pisada neutra, mas pelo que pesquisei, quem tem pisada levemente pronada ou supinada também pode utilizar o tênis. O tênis me surpreendeu com essa versatilidade e após efetuar vários treinos, posso dizer que é meu tênis favorito atualmente.

Você tem um tênis preferido? Qual?

Anúncios

Adidas Energy Boost

Hoje foi um dia atípico, porque ontem tive festa de casamento e fui dormir de madrugada. Tinha na planilha um treino de 14K para hoje, e iria fazê-lo de manhã, mas acordei as 14hs…rsrs

No almoço minha esposa fez miojo e omelete, e eu não resisti e exagerei. Comi até limpar as panelas, e ficar com a barriga estufada. Esperei baixar um pouco e dei uma passada no shopping aqui do lado de casa, e meu espirito consumista entrou em ação: comprei o tão falado Adidas Energy Boost.

A Adidas vinha promovendo bastante, e como minha assessoria esportiva é patrocinada pela Adidas, também existia bastantes comentários do pessoal.

O ultramaratonista Luciano Prado até encarou um desafio e correu 24hs com o tênis para provar sua resistência:

http://www.webrun.com.br/outros/n/luciano-prado-encarara-mais-de-24-horas-de-corrida-em-sao-paulo/14533

Tornou-se até um dos tênis favoritos do running shoes guru:

http://www.runningshoesguru.com/2013/02/adidas-energy-boost-review/

20130317-214057.jpg

Eu ainda estava estufado por causa do almoço, mas encarei o treino para fazer um teste inicial do tênis novo. Tinha 14K pela frente e resolvi fazer um percurso variado com bastante subida e descida aqui pelo bairro mesmo. Já começava a noite e a temperatura beirava os 15graus e por vários instantes vinha uma garoa chata, ou seja, foi um teste para vencer a preguiça neste domingo.

No começo do treino, senti um pouco de dor na sola do pé, mas logo passou, coisas normais de tênis novo. Logo amaciou e o tênis se comportou bem. Trata-se de um tênis com amortecimento, para performance e razoavelmente leve. Será utilizado principalmente em treinos longos, mas com a vantagem de ser mais leve que os outros que já tenho para este fim: Já tenho um Asics Nimbus 13 e um Nimbus 14.

Para treinos de velocidade, acredito que ele irá se comportar bem, apesar de ser um pouco mais pesado que os outros que já tenho: o Asics DS Racer e o Adidas Adizero Mana.

A conclusão após o treino é que o tênis se comportou muito bem, foi muito confortável, encaixou bem no meu pé e irá me acompanhar nas viagens das minhas férias em abril, pois poderei utilizá-lo tanto nos treinos longos como intervalados.

No fim das contas, o treino foi de 15.5km em 1:30′ com direito a 6 tiros acelerados de 30′. Não forcei muito porque semana que vêm tem prova: 12K da 1a etapa do circuito paranaense de corrida de montanha 🙂

PS: O tênis foi bem, mas eu passei o treino todo estufado por causa do almoço, enjoado e pesado…hahahaha

Run2B…Happy